Este é um espaço de informações e diálogos sobre a Arte, a Educação e as Tecnologias Digitais e todas as suas interrelações.
Sintam-se à vontade para comentar, contribuir, criticar ou simplesmente obter informações.
Sejam bem-vindos!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Curso "Aprendizagem Baseada em Projetos"


      O Instituto Paramitas juntamente com a Intel está oferecendo o curso "Aprendizagem Baseada em Projetos". O curso é totalmente gratuito e é uma iniciativa da Intel Brasil e do Instituto Crescer. 
Esse curso tem como objetivo auxiliar os professores a desenvolver melhor a aprendizagem dos seus alunos com o auxílio de projetos e tecnologias.
Segundo a Profa. Dra. Stela Piconez: “O trabalho com projetos constitui uma das posturas metodológicas de ensino mais dinâmica e eficiente”

Dentre os assuntos abordados nos módulos destam-se:
-Visão geral de projetos;
-Concepção de projetos;
-Planejamento de projeto;
-Orientação de aprendizagem;
-Avaliação.

         O curso tem carga horária de 40 horas e promete premiar o melhor projeto com um Netbook além de sortear senhas de acesso à Biblioteca Virtual da Pearson.
Para receber certificação e concorrer aos prêmios os participantes precisam elaborar o Plano de Ação e encaminhar o projeto para validação.
O curso conta também com fórum de discussão no Portal do Professor do MEC e o blog Aprender com Projetos que disponibiliza materiais sobre o curso.

        Algumas das vantagens do curso:
  • É focado nas necessidades dos professores, com foco no desenvolvimento de projetos;
  • A metodologia de aprendizagem é colaborativa: com os professores podendo interagir com outros educadores para a construção do projeto
  • É totalmente on-line;
  • O cursista tem liberdade de navegação, podendo definir o seu percurso de aprendizagem.
Inscrições até o dia 20 de novembro de 2010 no site do Instituto Paramitas:


(Clique na imagem para fazer a inscrição)



domingo, 17 de outubro de 2010

Grupo de Estudos Educar Na Cultura Digital

      Novos tempos e novos paradigmas exigem novas habilidades e novas competências para sobreviver e se adaptar à Sociedade da Cultura Digital .
  A educação como mola propulsora da sociedade deve acompanhar todas as mudanças sociais.
Nós professores como agentes formadores e transformadores devemos estar sintonizados com as transformações que afetam os modos de ser e se comportar de nossos alunos.
     É com essa finalidade que surge o Grupo de Estudos Educar na Cultura Digital, criado para apoiar educadores interessados em trocar experiências e debater com colegas de todo o Brasil sobre os desafios que as inovações tecnológicas da atualidade trazem para o cotidiano de ensino e aprendizagem na escola. O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na educação é um tema emergente no mundo todo. Professores, acadêmicos e gestores dos mais variados países cada vez mais se dedicam a estudar formas de aproximar a escola das constantes inovações da sociedade provocadas pela era digital.
      A Internet não é mais considerada como uma rede de computadores, mas uma rede que conecta pessoas. A partir daí existe a preocupação de formar esses novos sujeitos com habilidades e competências necessárias aos cidadãos do século XXI.
       Dentre as preocupações do grupo estão as seguintes questões:
▪ Como formar pessoas com capacidade crítica e criativa para o mundo atual?
▪ Como ensinar a capacidade de viver uma vida digna, responsável, produtiva, sustentável e saudável em um mundo globalizado?
▪ Como tornar os alunos conscientes de seus direitos e deveres preparados para aprender
durante toda a vida?
▪ Como garantir o respeito à diversidade, compartilhando e produzindo conhecimento e cultura em um mundo impregnado por múltiplos idiomas e tecnologias?


 Veja abaixo um vídeo sobre o tema de um dos módulos do curso, "Aprendizagem na cultutua digital":





       Venha fazer parte e debater conosco assuntos atuais sobre educação e as tecnologias digitais no contexto contemporâneo. A participação é totalmente gratuita e está aberta a educadores ou qualquer pessoa interessada no tema "Educar na Cultura Digital". Clique no link abaixo e inscreva-se:
http://www.educarnaculturadigital.org.br/default.asp

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Os 15 sites que mudaram a história da Internet

Aos professores que utilizam a internet como espaço de pesquisa e aprendizagem em suas aulas, é interessante que conheçam alguns dos principais endereços por onde circulam informações sobre os mais variados assuntos.
Dia desses, em uma das minhas garimpagens à cata de materiais para as aulas na sala de informática, encontrei uma interessante matéria na revista Carta na Escola do ano de 2006. A matéria entitulada "Os 15 reis do clique" traz uma seleção dos 15 sites que "expandiram os limites da Internet e mudaram a história". No texto podemos encontrar informações sobre como se originaram os sites e quem foram os seus idealizadores. A ordem dos sites relacionados no artigo é a seguinte:
1. Ebay: site de leilões e compras -
2. Wikipédia: enciclopédia on-line
3. Napster: site de troca de arquivos
4. Youtube: site de compartilhamento de vídeos
5. Blogger: sistema de publicação de weblogs (diários pessoais)
6. Friends Reunited: site de encontro de ex-colegas de escola
7. Drudge Report: site de notícias
8. Myspace: site de relacionamento social
9. Amazon.com: loja on-line, principalmente de livros, CDs e DVDs
10. Slaschdot: site de notícias sobre tecnologia e fórum de internet
11. Salon.com: Revista on-line e companhia de mídia
12. Craigslist: rede centralizada de comunidades urbanas, com classificados gratuitos e fóruns
13. Google: máquina de buscas e corporação de mídia
14. Yahoo!: portal de internet e corporação de mídia
15. EasyJet.com: companhia aérea de tarifas eletrônicas

Fonte: Revista Carta na Escola, ed. nº 10, pag. 32, 2006.

Tecnologias na Educação - Vídeos:

Loading...